Karine Rossi triathlon

"Por meio do esporte nos tornamos fortes o suficiente para encarar todos os nossos desafios"

A gaúcha tem asma crônica e durante toda a adolescência praticou intensamente a natação. Porém, ao começar a correr como complemento para a natação, ela percebeu que a corrida ajudava mais a asma do que a própria natação. “Quanto mais eu corria, menos falta de ar eu sentia”, conta.

Karine jamais achou que um dia iria pedalar uma bike de speed e muito menos uma de TT. Mas incentiva pelo treinador, resolveu encarar o triathlon. “Nadar, pedalar e correr é um desafio para mim. Mas superar a barreira do cansaço e da vida normal me motiva ainda mais”.