A quarentena está afetando minha saúde mental. O que fazer? | Authen

Continuamos por perto! Entregas no prazo e com a segurança que você merece 💛

Finalizar Compra

A quarentena está afetando minha saúde mental. O que fazer?

Estamos vivendo um período, sem a menor sombra de dúvidas, único em nossas vidas. Enquanto ficamos em quarentena, pode-se ter a saúde mental afetada, já que a constante incerteza naturalmente abala um pouco o nosso foco.

As redes sociais se tornaram o maior refúgio, o entretenimento máximo, as ondas das lives. Graças às chamadas de vídeo, a distância foi diminuída e a saudade reduzida, a grande maioria se reinventou para o novo normal.

Isso tudo aconteceu porque o ser humano é totalmente adaptável. Esse fato é maravilhoso. Porém, enquanto todos os conectados parecem adaptados, como ficaram os conectados não tão adaptados assim? Como reagir quando tudo o que se lê nas redes sociais é que “vai ficar tudo bem”, mas você segue sem entender o novo mundo?

Parte do time de Esportistas da Authen deram dicas pessoais que podem ser úteis para quem está passando por estes tempos em que a quarentena está afetando a saúde mental:



Dicas para caso a quarentena esteja afetando a sua saúde mental

Jana Borges: "Mantenha a sua mente ocupada com coisas boas."

Mantenha a sua mente ocupada com coisas boas, aproveita esse tempo para ler um livro, pintar, tricotar, assistir aquela série que você fala que nunca tem tempo de acompanhar... E nunca se esqueça de respirar fundo. Afinal, estamos todos no mesmo barco.

Sara Mineira: "Escolha estar perto das pessoas que você ama."

Por aqui tem sido assim, dias bons e outros tão ruins. Mas eu entendo que seja comum, diante de toda circunstâncias que estamos vivendo. Então, se eu puder te dar um conselho, escolha estar perto das pessoas que você ama. Aproveite esse tempo que estamos tendo em casa para resgatar sua essência.

Gabi Marques: "Ninguém nasce resiliente, é um processo."

Você não está sozinha nessa. Isso não é pra te fazer se sentir melhor, é pra te lembrar que você pode sentir e não carregar culpa por isso. Está escancarado que a vida é efêmera. Então, se acolha de forma amorosa e não leve o fardo social da produtividade, do treino em dia. Toda força é consequência de dias de luta. Ninguém nasce resiliente, é um processo. Como se diz numa música, "está tudo bem perder um dia ou dois".

Só por hoje, para e respira! Sinta, se abrace, se acolha, respeite seu processo e se a dor persistir mesmo depois que você tenha a entendido, busque ajuda com um profissional, porque só você sabe o que sente.

Nós podemos escolher respeitar a singularidade dos nossos sentimentos sem culpa.


A quarentena esteja afetando a sua saúde mental? Atividades físicas podem te ajudar

Esta é uma outra dica da Sara Mineira. Ela ainda relembra que se desconectar das redes sociais e das constantes más notícias pode ajudar nesse processo.

Se tens crianças em casa, melhor ainda! Relembre aquela brincadeira que fazias e já não existe mais. Esta é uma ótima forma de continuar fazendo atividades físicas em casa e se desconectar um pouco do mundo virtual.

As atividades físicas são ótimas tanto para o corpo quanto para a mente. Tanto que foram criadas várias plataformas online para acompanhamento de exercícios à distância, como o Guia de Atividades para Corredoras em Casa, que conta com treinos de flexibilidade, calistenia, yoga, alongamento etc. Ou seja, também uma ótima forma de fugir do desconforto da quarentena e liberar endorfina.

Não está sendo fácil e está tudo bem em reconhecer isso. Mas, como vimos, é possível tornar as coisas um pouco melhores. Então, vamos juntas?



Adaptado do texto de Gabriela Marques


Vamos começar hoje? Você vai precisar desses equipamentos de treino: